Quarta-feira, 27 de Maio de 2020
Vale do Piancó

Moradores de Itaporanga, cobram execução do calçamento

Publicada em 21/05/20 às 08:32h

por Portal BV Online


Compartilhe
   

Link da Notícia:

Maior cidade do Vale do Piancó, Itaporanga também ostenta triste título de campeã em problemas sanitários com a falta de saneamento básico, falta de calçamento e esgotos correndo a céu aberto, um problema que afeta dezenas de artérias urbanas tanto no centro como na periferia.

Um desses casos tem causado grandes transtornos aos moradores de ruas como a Marta Batista de Moura e a Domiciano Vieira Gomes, bem no centro da cidade. Eles enviaram ao Blog um apelo para que algo feito nessas referidas artérias que não tem calçamento nem rede de esgoto.
 
"Infelizmente, agente não tem gestão. Votamos nesse prefeito pra ele fazer isso... Nossas famílias estão sujeitas a doenças por conta da lama, de esgoto, e quando tá na época sem chover é da poeira... A população tem de dar um basta a esse prefeito e seu grupo político, que estão cada vez mais acabando com o município", comenta moradores da localidade que estão indignados com a falta de compromisso dos políticos.
 
No dia 17 de junho de 2017, a atual gestão municipal publicou um edital para contratação de empresa para executar o calçamento nas dua ruas, e também na Sebastião de Lima. Cujos recursos da ordem de R$ 250 mil são proveniente do então Ministério das Cidades, através do Contrato de Repasse Nº 10232019-17, na Caixa Econômica Federal.
 
O prefeito Divaldo (DEM) assinou na época (com a construtora que venceu a licitação) contrato de execução da obra, nº 196/2017, com expedição de ordem de serviço cujo prazo era de 4 meses. O período de vigência foi fixado, então, de 18/12/2017 a 18/04/2018. Como se verifica nada foi feito. 
Já em fevereiro deste, num evento na Rua João Fimino Gomes (popularmente conhecida como Rua da Várzea), o prefeito assinou novamente uma ordem de serviço e anunciou início da obra para os próximos dias. Como já estamos praticamente em junho os moradores renovam a cobrança.
 
Em verdade, o tão esperado calçamento dessas ruas vem se arrastando desde o ano de 2011 sem nada ser resolvido. No ano passado até entrevero grande foi registrado entre dois vereadores da então base de situação por conta dessa obra. Um deles acabou deixando a base do prefeito. 
Mas, o que fica é o protesto dos moradores que tem de enfrentar a lama quando em período de chuvas e a poeira, quando no período de seca.
 

Fonte: RP



ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 (83) 98829-3612

Copyright (c) 2020 - Portal BV Online - "Até aqui nos ajudou o Senhor." (1 Samuel 7:12)