Segunda-feira, 19 de Outubro de 2020
Paraíba

Após 7 anos preso injustamente, homem relata dificuldade em conseguir emprego na PB

Publicada em 23/09/20 às 08:24h

por Portal BV Online


Compartilhe
   

Link da Notícia:

Após passar sete anos preso injustamente, Eridan Constantino, de 32 anos, encontra dificuldades em retomar a vida por causa do preconceito. Solto desde 31 de julho, ele já recorreu a amigos e a comerciantes do bairro onde mora, em João Pessoa, mas não consegue encontrar emprego.

O caso de Eridan ganhou destaque no dia da soltura, quando ele se reencontrou com a mãe após deixar o presídio PB1, na capital paraibana. Ele foi preso em 2011, acusado de latrocínio, mas em 2013 o Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB) o absolveu do crime e expediu um alvará de soltura em 2013, que não foi cumprido até este ano.

“Eu estou buscando, colocando currículo. Foi muito tempo perdido e muita gente tem preconceito de ex-presidiários”, disse.

Eridan tem ensino fundamental completo e, antes de ser preso, já havia trabalhado, inclusive de carteira assinada. “Já trabalhei de porteiro, zelador, serviços gerais”, conta.

Após 7 anos preso injustamente, Eridan tem dificuldades de encontrar emprego
 
Livre após vários anos preso injustamente, Eridan diz que o maior sonho é voltar a trabalhar, ter uma oportunidade para recomeçar.
“Ali é onde a gente aprende tanto coisas boas como ruins, mas graças a Deus [agora é] botar a minha mente para frente e voltar a trabalhar e tentar conseguir mudar essa história. O que eu mais peço a Deus é isso aí, voltar a trabalhar”, completa.

 

Fonte: Vale do Piancó Notícias



ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Nosso Whatsapp

 (83) 98829-3612

Copyright (c) 2020 - Portal BV Online - "Até aqui nos ajudou o Senhor." (1 Samuel 7:12)